sábado, 13 de setembro de 2008

Por que o Logo da FedEx é o melhor de todos.

Bom, já que o Betão pediu, aqui vai um post de logos.

Essa já é bem manjada, mas pra quem não conhece, é sempre bom conhecer. Se o logotipo da FedEx não é o melhor logotipo já desenhado para uma empresa, está possivelmente entre os 10 melhores.

Para os desavisados, não há nada demais nele, não é mesmo?

Olhem só:


Nada demais... um desenho que não causa grande empatia, e um truquesinho barato de mudar a cor das palavras coladas para dar legibilidade e ficar bem encaixadinho.

Pois que em 1994 a empresa ainda se chamava Federal Express, e foi encomendado a empresa que desenvolveu o logo (Landor&Associates) , que expressasse essa característica de serem uma empresa ágil, rápida, veloz; ela já era chamada não-oficialmente de FedEx para transmitir essa senção de velocidade (já que no tempo que levaria para pronunciar Fe-de-ral-Ex-pre-ss, o consumidor já teria escolhido outra empresa).

Bom, agora é hora de tomar a pilula vermelha e descobrir aquilo que ninguém viu no logotipo. Mr. Lindon Leader, ao contrário de nós, designers mediocres que juntam as letras no logotipo só pra ficar mais legalzinho, realizou essa operação para obter um efeito que, depois que você o vê, nunca mais olha o logotipo da FedEx da mesma forma:

(pausa dramática para o efeito de suspense)




Mudou né? Pois é... essa maldita setinha subliminar no logotipo da FedEx é lida toda vez que você o vê. Ela está presente, e você a reconhece sempre, mas não em nível consciente ou em nível de linguagem. Mas tá lá... depois que você vê, percebe o quanto isso diz respeito a como você lê o logotipo. Portanto, as cores diferentes para as palavras ou a aproximação das letras não estão lá pra ficarem legalzinhas, mas para resolverem um problema muito mais significativo.

E a maldita setinha é um signo quase que universal, reforçada por todas as placas de trânsito, supermercados, aeroportos, etc, e vai funcionar sem qualquer sombra de dúvida como uma representação exemplar de bom encaminhamento, bom direcionamento, enfim, de que a FedEx é boa para distribuir qualquer coisa da forma certa, sem se perder.

Para completar a obra de mestre, o encaixe e o balanço do logotipo são perfeitos (ele é assimetrico e transmite uma sensação equilibrada ao mesmo tempo, possui uma excelente relação entre cheio e vazio), o corpo é uniforme e razoavelmente constante, que lhe dá ótima consistência. Praticamente um Da Vinci dos logotipos; e só para humilhar os profissionais frustrados como eu, o logotipo e a estratégia envolvida na mudança da FedEx funcionou perfeitamente, cumprindo com todos os objetivos solicitados pela FedEx.

Ok. um dia eu chego lá... ou não.

4 comentários:

Betão Fialho disse...

I surrender!
Ok, este exemplo serve para mostrar que só aprender técnica, tipografia e software não adianta. Tem que ter talento! O olho do artista.
Por isso 99,99% dos logos são uma porcaria. Ainda bem!

Valéria Fialho disse...

quando o cara é bom no que faz não tem discussão ... arrasou !
grande projeto e grande análise/reflexão do Ranoya !
...

Anônimo disse...

como vi em alguma aula dessas de filosofia: "Se você não conhece, não existe!"

Então será que a famosa seta do Fedex realmente estimula a mente dos desavisados?
Ou causa a sensação já citada no início da análise? [Nada demais... um desenho que não causa grande empatia, e um truquesinho barato de mudar a cor das palavras coladas para dar legibilidade e ficar bem encaixadinho]

Nao sei ... sendo pela seta ou pela disposição dos tipos o importante é que funciona!

=)

Marcinho disse...

Calma gente, esse é o jeito Ranoya de ver o mundo... vcs se acostumam! :)