terça-feira, 28 de julho de 2009

Saramago e o Twitter

Não resisti ... abaixo segue trecho da entrevista de José Saramago concedida ao jornal O Globo :
.
.
"O senhor acompanha o fenômeno do Twitter? Acredita que a concisão de se expressar em 140 caracteres tem algum valor? Já pensou em abrir uma conta no site?
.
SARAMAGO: Nem sequer é para mim uma tentação de neófito. Os tais 140 caracteres reflectem algo que já conhecíamos: a tendência para o monossílabo como forma de comunicação. De degrau em degrau, vamos descendo até o grunhido."
.
.
Sou (e acho que todos somos) usuários mas acho que a resposta acima levanta uma série de questões não ? E vocês, ZOO leitores bloqueiros e twitteiros ( será esse o termo?) de plantão, o que pensam ?
.
.
Para ler a entrevista inteira ( curtinha, mas bem interessante) clique aqui.
E para ler os textos sempre precisos e preciosos do mestre, visitem o blog O Caderno de Saramago.

4 comentários:

serafini disse...

Bravo para o Saramago... (pelo menos nisso)
Ainda bem que são apenas 140. A maioria das coisas não valem 5 toques. Se fosse reduzido ate grunhido, seria pelo menos uma primitiva exteriorização visceral de sentimento humano. Muito mais útil.
O povo tem muito tempo sobrando.

Ranoya disse...

Eu sou prolíxo por natureza... sempre achei que não dá pra explicar alguma coisa minimamente sem umas 70 páginas de texto; e sempre achei que as pessoas tem preguiça de ler.
mas vivemos na época da sintese, né? mundo corporativo, com frases de efeito e powerpoint... não dá pra escapar disso. já dizia um antigo chefe... "Se você quiser acordar as 3 da tarde e vir trabalhar, beleza... só lembre que o resto do mundo com quem você tem que trabalhar, chega as 9:00h e sái as 17:00h...".
Passei dos 140...?

Ein disse...

Concordo plenamente com Saramago. Não sei qual é a coisa interessante que podemos dizer com 140 caracteres! Cada vez que dou uma voltinha pelo twitter, investigando o que lá há, a maioria das coisa que vejo são frases patéticas que alguem quer que toda a gente veja.
No final fico sempre a sentir-me melhor porque chego à conclusão que há sempre alguém mais patético que eu. :)

Marcinho disse...

Saramago, como sempre, preciso no comentário. É o mundo dominado por idiotas...

AINDA não uso Twitter! Isso faz de mim um ET?!? De tudo o que já li e ouvi sobre essa bagaça, nada me pareceu minimamente interessante para me fazer perder tempo com isso. Preconceito? Pode ser, mas atualmente tenho mesmo mais o que fazer.