quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

HQ BLITZ!

DAVID BORING (2002) de Daniel Clowes (USA-116 Pág.)

Muita gente considera essa a melhor e mais importante graphic novel feita no séc.XXI, simplesmente porque ela demonstraria que os grandes mestres da HQ do século passado podem ser alcançados, porém, "David Boring", apesar de várias vezes ser creditada de 2002, foi na verdade publicada serialmente do Numero 19 ao 21 da "Eightball", e foi publicada como graphic novel pela Pantheon Books em 2000. Polêmicas NERD a parte, uma coisa não muda: Ela é excelente!

A história gira em torno do personagem David Boring, que tenta achar a sua "mulher perfeita" e aprender mais sobre seu desconhecido pai, um obscuro desenhista de HQ. Tudo isso ocorre em uma cidadezinha americana sem nome, durante, simplesmente, um palco de possível conflito termonuclear apocalíptico. Clowes definiu sua história em uma entrevista certa vez com apenas uma frase: "É como se Fassbinder encontra-se Nabakov em Gilligan´s Island".



Apocalipse, adolescência, obsessão sexual, semiótica, tudo isso com ares de Film Noir? Só isso já faria valer a pena ler essa obra. Uma curiosidade: Clowes é intimo da indústria cinematográfica e afirmou que tentou fazer "David Boring" de uma maneira que nunca pudesse virar filme (du-vi-do hehehe).

Eu recomendo!

3 comentários:

Marcinho disse...

Po, o século XXI mal começou e já falam em "melhor e mais importante" de qualquer coisa feita?? Apesar do nome, o negócio deve ser bom mesmo!!!

Alexandre Grazzini disse...

É tem razão msm, mas acho que isso é um complexo geral dos artistas contemporâneos. Um tipo de obrigação de sair da sombra de mestres que foram tão elevados pela mídia que parece que são inatingíveis.

Silvio disse...

ghost world rules!
eu adoro o clowes, sempre meio surreal(vide luva de veludo...)