quinta-feira, 2 de outubro de 2008

quarta-feira feliz 020


e hoje é dia de falar de arte contemporânea.

para esquentar os motores do próximo zoocast quero mostar um dos artista mais legais em atividade hoje em dia, cai guo-qiang.
ele é chinês, e sim da pra fazer várias piadas com o nome dele...
mas não é isso que importa, o que quero mostrar é sua versatilidade e imaginação.

duas versões da obra 'inopportune'

um artista multimidia, que usa as mais variadas técnicas para expressar sua idéias e chamar a atenção do mundo. pólvora, animais empalhados e carros pendurados são suas matérias primas, como metáforas das explosões que produzem arte. suas obras não são apenas uma repetição de objetos soltos no espaço, elas devem ser lidas como uma série sequencial de eventos que contam uma história, quadros de um filme que acontece diante de nossos olhos.

duas versões da obra 'head on'

seja numa exposição que tomou conta do museu guggenhein em ny, explodindo desenhos ou como diretor visual das cerimonias de abertura e encerramento das olimpiadas de pequim, as explosões que acontecem marcam seu nome em nossas mente.

abertura das olimpíadas 2008

e isso é arte? claro que é...
mas porque?

isso a gente pretende debater no próximo zoocast..
estejam lá.

5 comentários:

serafini disse...

A segunda do Inopportune na garagem... Putz!
A head On sem ser no Guga também esta BEM MELHOR. Alem de ter um Happy end tem a repetição. Pra ver como o artista pode detonar a obra só para conseguir expor em um lugar que chama mais atenção.

serafini disse...

AH!
A imagem das olimpíadas foi no computador? :)

Marcinho disse...

É, um cara que fez o que fez nos Jogos de Pequim, merece respeito! :)

Tbone, isso é que é marketing! O próximo Zoocast promete...

Flavuids, e quem não faria qualquer coisa pra expor no Guga? hehe... se bem que achei a 1a imagem cabulosa!

Betão Fialho disse...

cara, esse japoneis é muito loco!

serafini disse...

Alem do que o china é da Dharma...
.
.

(ok! não parece)