segunda-feira, 12 de maio de 2008

OS GEMEOS

Ae galera exposicao dos gemeos que rolou em 2007 na inauguracao da galeria de artes Patricia Armocida em Milao / Italia.

Rolou uma parecia em Sao Paulo tambem em 2006 na Galeria Fortes Vilaca. Uma das melhores instalacoes que ja vi.

Voces podem perceber no video que eles vao alem do graffitti, na verdade o graffitti ali foi uma base para eles chegarem onde estao hoje.

Exposicao na galeria de artes Patricia Armocida em Milao, Italia.

Exposicao intitulada "O Peixe Que Comia Estrelas Cadentes" na galeria de artes Fortes Vilaça em Paulo, Brazil.

3 comentários:

Valéria Fialho disse...

Também fui nesta exposição e ralmente o trabalho é impressionante ... a linguagem muito autoral e muito "brasileira" (mas no bom sentido, não aquele Brasil meio pasteurizado pra turista ver ...). Além do que o domínio da tridimensionalidade dos caras é muito impressionante ...
Realmente você tem razão ... é muito mais do que grafite !
Aliás, aproveito a discussão pra lançar outra questão: a do grafite e pixação como maneiras de grupos excluídos se tornarem visíveis e , mais recentemente, da utilização desta expressão como instrumento de reinserção social... (tem vários trabalhos acadêmicos sobre isso, mas sempre com um viés muito sociólógico, que deixa de lado uma discussão muito legal sobre linguagem, mensagem, etc ...)
Alguém se habilita?

IGOR PACHI disse...

Exatamente Valeria; instrumento de reinserção social... isso acredito que acaba ateh sendo um problema cultural... eu por algusn bons anos estive envolvido no grafite, e o que acontece eh o seguinte, nos brazileiros, nao temos muita oportunidade de escolha, se vc quer fazer um graffiti tem que sair de porta em porta pedindo autorizacao para pintar o muro ou as vezes ateh pagar para a senhora da casa uns R$10, ateh ai nao sem problemas, o problema eh que muitos nao sabem o don artistico que "carrega", pois nao temos um suporte que deveriamos ter.

Podemos ate mesmo puxar esse assunto para o design... sabe aquele designer que acaba pegando seu cliente por fazer o trabalho mais barato? entao o cara tem potencial mas ninguem chegou para ele e falou "Voce pode fazer, voce
ja tem a tecnica, falta desenvolver conceito, estudo emc ima do trabalho nao apemas fazer por fazer".

Mas nossa cultura nos puxa e diz; "porque vou estudar se consigo fazer e ganhar dinheiro sem estudar." Esse cara ai poderia estar trabalhando junto a vc e ganhando mais dinheiro e fazendo bons trabalhos...

Thiago Luporini disse...

No meu ponto de vista pessoal, esta exposição da galeria fortes vilaça foi um divisor de águas, pois de fato notei que o grafitti foi a base que permitiu que eles evoluissem para que surgissem as instalações que vi, a boa brasilidade aboradada pela Valéria é claramente visível, no universo lúdico de "tri-tres" criado pelos Gemeos, notamos que seus personagens tem características peculiuares aos retirantes nordestinos, assim como histórias e individuos do folclore popular das pequenas cidades. Agora, quanto ao comentário do Pachi, acho que, a falta de incentivo de fato é uma constante, aqui você tem que se esforçar muito pra conseguir espaço e projeção, imagino quem tem mais dificuldade de acesso ao estudo e aprimoramento, Pachi está coberto de razão ao expor sua opinião dessa forma, o comodismo aliado à necessidade de aceitar qualquer coisa, qualquer trocado, transformam talentos promissores em algo menor, que pelo seu potencial mal explorado, não lhes agrega nada, e se de fato aprimorasse com referências e incentivo, teriamos surpresas positivas.